Desenvolvimento profissional

Feedback e feedforward: você conhece a importância desses conceitos?

novembro 19, 2019
Tempo de leitura 6 min

No dia a dia de trabalho dentro de uma organização, é possível encontrar vários pequenos pontos em que os colaboradores podem se aprimorar e elevar sua produtividade. Porém, um indivíduo costuma ter mais dificuldade para identificar esses pontos sozinho, já que não tem o distanciamento necessário. Nesses momentos, os processos de feedback e feedforward são fundamentais para garantir o crescimento pessoal e, por conseguinte, da organização.

Talvez você ainda não esteja devidamente familiarizado com tais termos. O feedback é um conceito bastante conhecido, mas não é sempre esclarecido. O feedforward, por outro lado, é um termo mais recente o qual não se tornou de conhecimento comum entre muitos empreendedores.

Para ajudar a entender melhor os conceitos de feedback e feedforward e sua relevância para seu trabalho, vamos explicar o que cada um significa e seus principais benefícios. Acompanhe na sequência.

O que é um feedback?

Uma tradução livre para esse termo seria “devolutiva”. O feedback é um processo em que o gestor ou outro profissional do time comunica a uma pessoa sobre seu desempenho passado, destacando pontos de melhoria, aqueles que lhe são diferenciadores e que devem ser estimulados, reforçados. A ideia por trás disso é dar a cada profissional uma oportunidade clara de compreensão sobre acelerar e aprimorar seu crescimento.

Há várias formas de prestar um feedback, sendo que os dois mais conhecidos, e não por isso os mais adequados são o positivo e o negativo. Nossa visão é de que um feedback deve ser sempre propositivo. Logo, se negativo, não é um feedback, mas uma crítica. Desse modo, substituímos o positivo por feedback de “reforço” e o negativo por “redirecionamento“. O primeiro seria focado em qualidades e conquistas, aquilo que o profissional fez de melhor. Já o segundo seria focado em atitudes e comportamentos que necessitam de ajustes, coisas que o colaborador precisa mudar.

Nesse sentido, o tom e o conteúdo dessa conversa pode afetar diretamente a reação do colaborador. Por isso que, para que o feedback seja efetivo, é preciso saber oferecer, assim como receber. Um exemplo disso é a criação de um feedback propositivo, que seja focado em melhorias concretas e caminhos claros para elevar seu desempenho.

E um feedforward?

Enquanto o feedback foca em eventos que já ocorreram e tem a intenção de fazer uma análise, o feedforward é voltado para o futuro. Nele, a atenção é centrada nos objetivos profissionais do indivíduo e como eles dialogam com o time e a companhia. É baseado na elaboração e na resposta a 4 perguntas-chave por parte do profissional:

  1. O que preciso fazer para melhorar?
  2. Por onde posso começar?
  3. Como você acredita que ficarei se começar a mudar agora?
  4. Como essas mudanças vão me beneficiar?

Como você deve ter notado, feedback e feedforward estão ligados. Enquanto aquele ajuda a destacar as principais questões envolvidas no processo de trabalho do time, destacando pontos a serem trabalhados, este dá um prosseguimento a essas constatações. Se há um comportamento a redirecionar, o feedforward ajuda a focar em formas de retrabalhá-lo. Se houve uma atitude propositiva, ele reforça essas ideias e as torna mais presentes no dia a dia.

Qual é a importância do processo de feedback e feedforward para a organização?

Agora que ambos os conceitos estão esclarecidos, alguns de seus benefícios para o time já devem estar mais evidentes, principalmente no que diz respeito à realização do profissional e ao aumento de produtividade da organização. No entanto, há outros pontos com os quais esses processos podem contribuir. Para esclarecer melhor, listaremos as principais vantagens que esse processo traz para seu time. Confira!

Aproximação dos colaboradores

Promover o diálogo no dia a dia de trabalho é um dos métodos mais efetivos para elevar o desempenho geral de seu time. Isso ajuda as informações a circularem melhor e facilita a compreensão mútua, melhorando bastante as relações de trabalho.

Quando seus colaboradores são preparados para oferecer e receber feedforward e feedback e você os torna parte integrante da sua cultura, verá um reflexo claro no clima organizacional, o que vai melhorar muito sua gestão de talentos.

Identificação de questões organizacionais

Durante essas conversas, é bastante provável que algumas questões mais gerais comecem a se mostrar. Se vários colaboradores apresentam as mesmas dificuldades ou as mesmas limitações, então pode ser que a causa disso esteja em outro lugar.

Além disso, uma vez identificada a raiz, é mais fácil envolver o resto do time em um esforço para corrigir essa questão, independentemente de qual seja. Mesmo que se trate de um problema estrutural da área, a colaboração dos profissionais ainda é fundamental para promover mudanças.

Redução do turnover

Depois de algum tempo atuando na mesma posição, um colaborador precisa crescer dentro da empresa ou há boas chances de buscar oportunidades em outros espaços. Essa é uma das possíveis causas para altas taxas de turnover em muitos negócios. Principalmente quando consideramos aqueles tidos como de alto potencial, talentos e sucessores.

Por meio do feedback e do feedforward, você pode fazer com que os mesmos profissionais continuem se aprimorando e crescendo ao seu lado, além de apontar objetivos mais claros. Corrigir erros e aprimorar o time é sempre mais efetivo que tentar integrar um novo membro, antecipando certas questões que comprometem o engajamento e o comprometimento.

Promoção do endomarketing da organização

A promoção desses processos também afeta bastante a forma como sua empresa é percebida pelos colaboradores. Além dos benefícios imediatos de produtividade, também é possível identificar o reflexo do feedback e do feedforward em seu marketing interno. Um time mais engajado, que se sente satisfeito e valorizado dentro da organização, tende a se dedicar mais e sofrer menos cansaço mental no dia a dia. Além disso é uma oportunidade única de seu corpo de colaboradores comunicar em suas redes, universidades e colegas sobre a forma propositiva da gestão da Organização.

Facilidade para estabelecer metas de desenvolvimento

Muitos profissionais acabam perdendo de vista o que precisam fazer para se aprimorarem. Consequentemente, eles podem perder um pouco de seu desempenho. O feedforward, especialmente, é uma boa ferramenta para estabelecer objetivos para seus colaboradores, determinando quais são os melhores caminhos para desenvolver habilidades específicas e se tornar mais competente, diferenciado em suas atribuições.

Engajamento do time no dia a dia

Por fim, a constante troca de informação entre os membros, sempre destacando o que mudar e como todos podem se aprimorar, facilita que cada um se engaje nas tarefas do dia a dia.

Para que sua organização aproveite melhor o feedback e o feedforward, você precisa que ambos sejam aplicados corretamente. Capacite seu time para expressar essas ideias, além de receber essas críticas e traçar metas de desenvolvimento para o futuro.

Achou essas informações úteis? Então conheça nossos cursos e programas de comunicação, feedback e feedforward efetivos, compartilhe este artigo em suas redes sociais e mostre a todos como o feedback e o feedforward podem impactar uma organização.

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up